I say blog!
  • 24
  • jan

Arlindo Cruz é o convidado do Marília Gabriela Entrevista

Por Eduardo Lemos, em Celebridades, Talk show, TV a cabo.

arlindocruz Arlindo Cruz é o convidado do Marília Gabriela Entrevista

O último especial de verão do “Marília Gabriela Entrevista”, no ar neste domingo, dia 29, recebe o cantor e compositor Arlindo Cruz, autor de mais de mil canções, das quais pelo menos 600 já foram gravadas – por ele e por outros artistas. Com 30 anos de carreira, o carioca tem a música no sangue desde o nascimento e começou a mexer em instrumentos antes mesmo de ser alfabetizado, sempre incentivado pela família.

Quando conta como a música entrou em sua vida, Arlindo lembra da casa sempre cheia de amigos: “A música veio bem cedo. As festas lá em casa não tinham sons eletrônicos, era a família cantando”, explica ele, que com cinco para seis anos de idade apaixonou-se pelo cavaquinho. Hoje em dia, o artista é um defensor do banjo, ao qual toca com maestria. Seu pai dizia que o cavaquinho é um tamborim cantante. “O banjo é um tamborim cantante ainda mais alto (risos). Toca mais alto, faz a roda de samba subir”.

Apesar da sólida carreira na música, Arlindo Cruz também pode ser visto na TV, seja em participações nas atrações da TV Globo, seja nas chamadas da programação cantando o samba que compôs para a emissora. “O público em geral gosta muito, as crianças gostam muito: ‘Olha lá o moço do plimplim’”, conta rindo. “Muitas pessoas me chamam para fazer novela, mas o personagem é sempre o mesmo: Arlindo Cruz”. No “Esquenta”, programa sazonal comandado por Regina Casé, ele tem cadeira cativa e foi convidado pela própria apresentadora. “Faz do programa um encontro de amigos. Fica bem engraçado, bem espontâneo”.

Quando o assunto é música, Arlindo conta que escuta de tudo, de samba, claro, a Chico Buarque, passando por Marcelo D2, que se tornou seu amigo: “O D2 que se chegou ao samba através do Bezerra da Silva”. Eles se conheceram num pagode e ficaram mais próximos quando D2 gravou com Leandro Sapucahy um rap composto por eles. Arlindo fala ainda sobre os problemas que a música brasileira tem passado: “A nossa guerra ainda é contra a pirataria”.

Sobre o que é preciso para compor canções, ele ensina o que ele considera essencial: “Eu presto bastante atenção em tudo o que acontece a minha volta”. Arlindo se inspira em compositores como Noel Rosa, que compunha sobre o cotidiano. “Já aconteceu de sonhar, acordar e escrever”.
Muito religioso, o artista carrega no pescoço cordões e pingentes de ouro com símbolos do candomblé, alguns deles presenteados por familiares e amigos. “Minha mãe, quando foi iniciada no candomblé, estava grávida de mim”, explica o compositor e cantor, de 53 anos. “Já nasci santo, filho de barriga de Oxum, mas sou filho de Xangô”.

Apesar de todo o sucesso e de já ter composto e gravado com inúmeros artistas consagrados, Arlindo sabe que nem todas as músicas caem no gosto do público: “Ninguém tem contrato com a inspiração”.

Frase de Arlindo Cruz: “Tire o seu sorriso do caminho / Que eu quero passar com a minha dor / Hoje pra você eu sou espinho / Espinho não machuca a flor / Eu só errei quando juntei minh’alma a sua / O sol não pode viver perto da lua” (trecho da música “A Flor e o Espinho”, de Nelson Cavaquinho).

Condividi questo articolo

  • Share
  • FriendFeed
  • Email
  • Feed RSS


Tags associadas ao artigo: , , , .
Outros artigos:

Artigos relativos a "Arlindo Cruz é o convidado do Marília Gabriela Entrevista"

  • Marília Gabriela entrevista Nelson Hamerschlak
    Marília Gabriela entrevista Nelson Hamerschlak

    Neste “Marília Gabriela Entrevista” de domingo, 17, a apresentadora recebe o médico Nelson Hamerschlak. Especializado em hematologia, o convidado conversou sobre tratamentos, pesquisas, projetos e carreira. E foi com a [...]



Comente:

Comente su "Arlindo Cruz é o convidado do Marília Gabriela Entrevista"





© TvTelinha, is part of the network IsayBlog! whose license is owned by Nectivity Ltd.